top of page

E SE CAUSAR BOA IMPRESSÃO NÃO FOSSE PREOCUPAÇÃO, MAS DESCONTRAÇÃO?

Já sentiu a ansiedade associada à preocupação em causar uma boa impressão quer seja numa reunião de trabalho, numa apresentação, num evento social ou, até, num jantar com amigos em que vão estar mais pessoas do que é habitual?


Certamente em algum momento isto já aconteceu, mesmo às pessoas que dizem não dar importância a tal. A forma como lidamos com a situação é que difere. Das duas uma: assumimos que não há muito mais a fazer e lá vamos nós, tal como somos, nem pior nem melhor; ou temos a preocupação de nos preparar, barba e cabelo, verniz e caracóis, pensando no que podemos dizer ou fazer... enfim, visualizando toda a situação, vezes sem conta, mas sem um grande sorriso nos lábios.


Como é que esta situação pode ser alterada, não sentir o stress da importância de causar uma boa impressão? Ter autoconfiança e estar preparado para o papel a desempenhar, é essencial. Porém, a forma como nos apresentamos, comunicamos, e a naturalidade podem ser, na maioria das vezes, chaves do sucesso.


Nesta perspetiva, preparar para causar boa impressão passa, também, por construirmos uma imagem que seja o reflexo de quem somos e de como desejamos ser vistos, que se torna a nossa segunda pele. Assim se cria um estilo próprio que permanece impregnado na nossa anatomia, não se conseguindo ser e estar de outra forma, em público ou em privado.


A qualquer momento, em qualquer situação, apanhados desprevenidos a beber um chá ou a posar para uma fotografia, na sala com os amigos ou num evento empresarial, somos nós próprios, com uma descontração natural, aliada ao bem vestir, às expressões faciais, à postura e aos gestos de que temos consciência serem mais positivos e harmoniosos, que revelam a nossa melhor versão e promovem proximidade com quem nos relacionamos.


Conhecer e usar não apenas a linguagem corporal, mas a linguagem não verbal permite deixar transparecer quem somos, o nosso real valor, aumentando a nossa confiança em transmitir ideias e pontos de vista com maior convicção, logo com maior poder.


Em suma, causar boa impressão começa por ser uma preocupação que pode terminar em frustração ou ser motivo de iniciar uma aprendizagem que, no final, traz descontração, momentos felizes e um alto impacto.



Look @Kalasiris


117 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page